domingo, 18 de abril de 2010

O Mundo de Trás p'ra Frente



Ás vezes dou comigo a agradecer a Deus o facto de não ser legal as pessoas andarem armadas nas ruas. E porquê ? porque hoje comi um pastel de nata. Literalmente, e soube-me bem à brava. O problema da coisa é que o pastel de nata funciona como um aviso para aquilo a que eu chamo de Mundo de Trás p'ra Frente. Ou seja, tou farto de chegar a um sítio, sentar o esqueleto na cadeira, pedir um pastel de nata  e o garçon virar-se para mim com aquela tromba de . . garçon, e me perguntar "Quer com um bocadinho de canela oh amigo?" É aqui que , como já referi, agradeço a todos os santinhos não ser permitido um gajo andar com metralhadoras e bazucas nos bolsos das calças, porque se fosse, o mais certo era eu disparar até ficar com uma artrose no dedo indicador, ou então ficar sem balas, passando nessa altura para as granadas de fragmentação, que, têm o inconveniente de sujarem um gajo todo. Porque é que tem de ser a canela ??  Porque é que não pode ser um bocadinho de arroz de cabidela em cima do pastel de nata ? No Mundo de Trás p'ra Frente esta é uma situação perfeitamente aceitável, as coisas passam-se ao contrário do que é suposto. Várias pessoas pensam como eu, eu sei. Várias é como quem diz, mas pelo menos mais uma pensa assim ; aquele senhor que mora na entrada do meu pédio também concorda comigo, isto dito por ele enquanto arranjava os cartões para se proteger do frio que faz entre os caixotes do lixo. Tudo seria ao contrário, o bom passaria a ser mau, o certo estaria errado, uma palavra fina seria uma asneira, e por aí adiante.Neste mundo, o Pinto da Costa é um gajo honesto e trabalhador, o Castelo Branco é um verdadeiro macho e até o Rui Patrício é bom guarda-redes. Imaginem 2 pessoas que se encontrassem na rua a caminho do trabalho :
- Olha o João! Tás bom seu filho da p*** ?
- Então Zé , tá tudo bem cabrão de merd*
- Porreiro pá , e a vacarrona da tua mulher ? Continua gorda que nem uma porca ?!
- (risos) És tramado . . tá impecável, continua a meter-me um nojo do caraças
Até algo tão básico e habitual como estarmos parados num semáforo no meio do trânsito seria uma experiência diferente e refrescante :
- Oh querida, olha este parvalhão com o sinal vermelho e não avança!! (buzinadela) Oh excelentíssimo senhor , não vê que está vermelho ??? Ande lá com isso meu grandessíssimo portador de uma inteligência acima da média.
Era no mínimo interessante, já para não dizer outra coisa. Um relato de futebol seria algo do tipo
Oh Valdemar, tu que estás aí no relvado, o que é que viste ?
- Zé Carlos, é incrível mas o árbitro mostra o cartão vermelho e eu posso assegurar que o jogador apenas jogou as pernas do adversário, foi mesmo aqui à minha frente, inclusive, até ouvi os ossos a partir
- Pois, foi o que nos pareceu aqui de cima, de facto é incrível como se mostra um vermelho a um jogador que nem sequer teve intenção de jogar a bola, ele jogou limpinho nas tibias do avançado contrário.
Se vocês são como eu e também estão mais fartos que sei lá o quê daqueles concursos do Canta Comigo, ou Canta p'ra Mim ou Canta p'ró raio que ta parta, Ídolos e outros afins, era capaz de ser interessante vermos que tipos de programa haveria no Mundo de Trás p'ra Frente.  Em vez do programa "Uma Canção para Ti" apresentado pela Julia Pinheiro e pelo Manuel Luís Goucha, provavelmente tinhamos o "Vais Cantar é p'ro Car****" , os Ídolos da SiC seria substituído pelo "Trastes", o programa onde se procura aquele bandalho que canta tão mal que nem sozinho no banho se consegue ouvir a cantar. São programas tão maus, mas tão maus que nem a uma camera profissional tiveram direito, são gravados apartir de um telemóvel Nokia.
"Sejam Bem Vindos a este horrível programa, um programa tão mau que eu só o apresento porque tenho a minha família e os meus 2 caniches sequestrados. Um programa vocacionado para um público alvo, mais especificamente para aqueles 2 brancos que não vivem do tráfico, que não estão ilegais, que não têm cadastro e que vivem na Cova da Moura. O fantástico prémio de hoje é . . . nada! Talvez por isso não tenhamos um único concorrente, por isso me despeço, até uma próxima, vão todos p'ra C*** da vossa mãe".
Infelizmente para mim e para a população mundial, esta minha ideia de fazer as nossas vidas andarem ao contrário, não me parece muito plausível, mas apelo a todos para passarem a palavra e vamos criar o dia mundial do Mundo de Trás p'ra Frente !!

P.S: Quanto mais não seja era mais um feriado para um gajo não ter de ir bulir . .


25 comentários:

  1. Podias ter acrescentado a tal questão dos piropos às gajas...de oferecer bosta em vez de chocolate...de lhe dar com a porta do carro no focinho, em vez de lha abrir, e de lhe dar com o vaso na tola em vez de lhe oferecer flores...isso tb era um mundo de trás para a frente, não?
    Ó pá, vem aqui uma amiga...sim, uma amiga, a dizer-te que escrevas sobre estas mariquices todas e tu escreves sobre outras e não acrescentas estas? Onde está a genialidade que eu tanto aprecio?
    Já agora, como falaste no José Castelo Branco, que é a bicha mais bicha que conheço, e já que a questão é um mundo de trás para a frente, por que raios não te lembraste de o transformar no ser mais hetero do planeta...ou mesmo neste mundo de trás p'rá frente seria impossível?
    Pronto...já disse o que tinha a dizer.
    Como não há flores...nem chocolates...nem elogios, vou escrever um post sobre a minha avó com quem sonhei esta noite:)e ouvir a música que me têm dedicado (nem te atrevas a tecer comentários foleiros ao meu anónimo querido, porque ainda o expulsas de lá...e se é o tal príncipe?!)lol
    toma lá uma beijoca
    Queres outras? Pede à tua mulher!:)

    ResponderEliminar
  2. Bolas!
    Tenho que me deixar de comentar a estas horas (frase da Tronxa, que adoro usar!)

    ResponderEliminar
  3. Nina, já vi que enquanto houver pilhas no vibrador, tu fazes a festa , ou pensas que eu não sei que para estares a essas horas a comentar tens o teu amiguinho aí ao pé de ti ? Em relação ao post que me pediste, não está esquecido . . acontece que este, tal como os outros , já estão prontos e apenas os vou lançando conforme me apetece e voces merecem. Actualmente preciso de uma média de 7,4 elogios por cada 25 palavras, caso contrário a coisa não corre nada bem. Em realação ao Castelo Branco ... nem neste mundo a coisa era diferente :|

    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Lol!
    Sabes que até já tive uma vez um vibrador?
    O que é curioso é que não o comprei para esses fins que mencionas. Lembro-me de o ter mandado vir numa daquelas compras esquisitas através da tv para fazer massagens às costas. Só o usei uma vez...nas costas... e nunca mais o vi.
    Quem mo teria roubado?lol
    beijocas, ó génio!!!!

    ResponderEliminar
  5. Hihihih!!!

    Para as costas Nina?


    Bem, na la redout tbm lá se vendem como massajadores faciais.
    Com os coments nem me lembro do post era tão grande, olha Rui Beikocas

    ResponderEliminar
  6. Nina . . com que então mandaste vir um vibrador para . . as costas ??? Já agora, para que parte das costas ? Para o fundo ??? Muito curiosa essa tua opção . . cada um tem as suas manias, os seus fetiches . . .

    Beijinhos oh esquisita !

    ResponderEliminar
  7. Solita . . mas tá tudo doido ?? comprar um vibrador para massajar as costas, é o mesmo que beber um supositório para as dores de cabeça . . . digo eu !

    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Lol!
    Foi...mas ainda gostaria de saber que fim levou o pobre do vibrador!lol
    beijocas

    ResponderEliminar
  9. Olha que tb tenho uma almofada de banho que vibra!lol
    É para as costas tb!

    ResponderEliminar
  10. A propósito disto até já fiz um post!lol

    ResponderEliminar
  11. Porra Nina, finalmente achei o post que que originou o do vibrador!!!

    RUI: ÉS UM DEUS!!!!!!!!

    ;)

    ResponderEliminar
  12. tá calado pááááá...
    canela na natinha é bem boa!! :=)

    O dialogo entre ti e os teus vizinhos deixou-me emocionada!!
    snif snif...
    vou ali fungar o ranho e já venho!!

    ResponderEliminar
  13. A mim pareceu-me tudo normal... :{
    (devem ser as drogas...)
    Se calhar é melhor voltar noutro dia...

    ResponderEliminar
  14. Paulinha .. ate que enfim alguem me da o devido valor:UM DEUS !

    Lamento nao vos dar a devida atençao, mas nestemomento encontro-me no Brasil a espalhar a palavra das IntimidadeS! Seo Ricardeo Pereira conseguiu fazer lasucesso, rapidamente tiram o Cristo redentor e poem uma estatua com aminha cara!

    ResponderEliminar
  15. Xaninha . . .osmeus vizinhos sao pessoas milionarias que optam porviver a entrada de predios e no meio dos caixotes por puro gosto e amor a aventura

    ResponderEliminar
  16. So uma informaçao . . a internet aqui no Brasil eh tao boa quanto os politicos portugueses sao honestos e competentes . . .

    ResponderEliminar
  17. Rui, onde andas?
    Está td bem?
    bji gde e mil desculpas às minhas amigas que aqui passam e que n vou visitar hoje, mas eu sei que estão bem e sobre o Rui nada sei
    bji a todos
    Amanhã já visito tda a gente

    ResponderEliminar
  18. Nina. . ando no Brasil a espalhar a palavra das IntimidadeS! Para a semana volto, não se assustem . . . De momento, e devido a internet no Brasil ser como as finanças em Portugal - pessima -esta semana sera para voces verem a falta que eu faço nas vossas vidas . . .

    ResponderEliminar
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  20. Removi porque vi um erro...foda-se, não posso deixar um erro qd o vejo.
    Dizia eu que te divertisses e que tivesses cuidado para não te enterrarem vivo...salvo seja;)

    ResponderEliminar
  21. oh carago, vê lá se nao te acontece como os acimentados, em fortaleza!!

    vê se voltas, pá...

    ResponderEliminar
  22. Gosto de enterrar vivo . . . mas não é pessoas !! ahahahah I´m back, baby !!

    ResponderEliminar
  23. O mundo de trás para a frente já existe...quantas vezes dizemos uma coisa e pensamos outra...

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  24. Maria, penso que te estejas a referir ao Mundo d'Alzheimer ou ao Mundo Dislexico não ? São parecidos, mais coisa menos coisa . . .

    ResponderEliminar